terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Cães Ladram e a Caravana Passa!



Tinha prometido voltar a atualizar meu blog só quando tivesse aparecido um novo amor e todo aquele blá blá blá romântico que acabei de ler antes de resolver atualizar isso aqui e que me rendeu boas risadas.

Porem mudei, e muito, na verdade quase em tudo, cansei de guardar verdades pra proteger pessoas, cansei de ser julgado por minhas verdades estarem sempre sendo discutidas e publicadas feito outdoors na paralela.

Não protejo mais ninguém, além de mim mesmo, não quero guardar segredos que me envolvam, não sou, não quero ser e não tenho pretensão nem uma em ser Santo, afinal sou Santô..., se não me ama que me odeie se não me quer perto que me queira bem distante, o que eu nunca vou aceitar é a metade e a opinião vazada, a falta de definição.

Tirei o pó dos moveis e dos antigos posts e retomei isso aqui.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Fim da I Temporada



Poderia tentar lembrar só do que foi bom, apesar de não terem sido tantos momentos assim, poderia apertar minha mente ate lembrar cada um deles, mas o engraçado ou triste é que para cada bom momento existe em contra partida uns 7 contrários, exato, uns 7 ruins e olha que não estou sendo dramático, ou drástico ou qualquer outra palavra com d,b, ou seja lá qual letra for que demostre ou conote a classificação para oque fui. Passei um bom tempo me sentindo coitado, depois de um bom tempo me sentindo coitado, passei a me sentir burro , hoje depois de tanto tempo, analisando friamente acho que posso ter sido um santo, não sei...., talvez...,porém com toda a certeza fui humano, amei, me doei, fiz tudo que estava a meu alcance ser feito, e oque julguei amor hoje consigo ver claramente que já havia se tornado pouco pra ser chamado assim, era apenas a comodidade de uma relação antiga, com todas as suas sombras e amarrações, hoje chega a ser questionável se em algum momento houve amor ou foi o mais puro interesse, como quando me alertaram e eu considerei absurdo....


Tempo de relação nunca deve ser visto como tempo perdido, porém todas as regras apresentam excessões e o meu caso é um dos que o termo se encaixa, perdi tempo, em que poderia estar buscando a pessoas certa, perdi tempo em que poderia estar com ela.

Só espero saber reconhecer você quando surgir.


PS: Até esse novo momento esse será meu ultimo post....
Bons sonhos pra todos.

domingo, 5 de julho de 2009

Sempre cultivei a bondade, o bem estar, porém, ultimamente, às vezes, me pego negando a tudo isso que é minha essência, não por vontade de mudar mas por estar assim. Um dia uma amiga me falou sobre uma teoria muito interessante, que o mau do mundo será o amor, que a cada relação findada, principalmente quando uma das partes não vale a pena, nós passamos a nos doar menos.

Aquele primeiro amor que teve 100% da sua essência, nunca ira dar vazão a novos 100%, numa próxima investida sentimental, chega a ser engraçado quando o final permanente chega como você consegue observar o quanto a pessoa nunca mereceu seus 100%.

Bem essa teoria não combina muito comigo, acho que nos próximos relacionamentos darei 100.10% ou mais, porque pela lógica, a próxima pessoa poderá valer mais que a anterior, no meu caso com certeza valerá....tendo em vista que o ultimo relacionamento eu descobrir que valia .... enfim...

A minha vida esta muito boa, tenho conhecido muita gente, tenho visto meus amigos a cada dia me provando serem mais meus amigos, tenho trabalho, tenho amor, saúde, inteligência enfim meu coração esta muito tranqüilo, infinitamente tranqüilo, me encontro num momento de paz muito bacana.

Que deus continue guardando pra mim todos os bons beijos que mereço, me entregando cada um deles no momento oportuno e mais, que continue vindo coisas boas pra mim, sentimentos bons...

Porque eu quero ser sempre mais que 100%.

terça-feira, 30 de junho de 2009

DOIS DE MIM


A VISÃO EXTERNA.
Segunda feira, fui ver o por do sol e em tão poucos minutos ele desaparece atrás de um mar de céu púrpura enquanto sentado no muro do porto da barra podendo ver com perfeição tudo que acontecia, um grupo que numa roda jogavam bola , dois amigos que jogavam frescobol, duas amigas que conversavam sentadas numa pedra e todos se mostravam completamente indiferentes ao exibido sol dando seus últimos soluços antes de partir , deixando seu rastro púrpura e lindo no caminho que havia percorrido outrora, fui ao cristo antes, o lugar onde os problemas ficam pequenos e o cheiro de mar se torna bem maior que todo o resto, bem maior que eu que você que todo mundo, pude ver nos minutos antes do sol se por o mar varrer a areia os grãos de areias cada um deles se despedia do sol junto comigo.

A VISÃO INTERNA.
Enquanto me mantive ali sentado, minha cabeça foi longe como já não ia há muito tempo, caminhou por um outro momento, por sentimentos passados, por uma relação tão consistente que hoje não passa de poeira, sorri sozinho, fiquei serio também, num mine flash back vi coisas de 4 anos pra cá, até que o sol se foi, o céu se manteve claro e gotas de chuva caiam de um céu sem nuvens, me espreguicei, sorri e tive a certeza de que não havia mais falta, tive a certeza de estar livre e no fundo tão livre que acabei ate me questionando como pôde durar tanto?
Levantei do muro que ainda estava meio sujo de areia, limpei a bermuda, as mãos, respirei fundo e voltei por onde vim, percebendo cada olhar, cada passo em minha direção e no coração duas certezas a primeira é a de que tudo na vida passa e a segunda, que se deus me ajudar eu não saio da minha Bahia pra morar fora nunca na minha vida, porque tudo nessa cidade me faz carinho...

terça-feira, 9 de junho de 2009

Amor com Café


Hoje é aniversario da pessoa mais importante da minha vida, acho meio clichê falar isso porém minha mãe é e sempre será isso, porto seguro pra tudo, pra qualquer vento forte que ameace minha estrutura, abrigo pra quando o vento traz a tempestade, conforto pra quando o coração se encontra machucado e cobertor pra quando a dor dói tanto que chega a desproteger a pele causando frio....

Enfim acordei as 5:30 preparei o café massa pra ela, bolo de laranja, torradas com geléia, queijo quente, cuscuz, suco, café, leite, frutas com aveia e mel dentre outras coisinhas que de tantas só de beliscar todas, o café já estava completo. A felicidade com que eu preparei tudo pus numa bandeja junto com uma rosa e partir pro quarto para acordá-la na verdade mesmo isso já sendo uma tradição pra gente, é sempre recebido com euforia por ela, como se nem um tempo atrás eu já tivesse feito a mesma coisa, como se no ano anterior, na mesma data, eu não tivesse agido da mesma forma.

Entre os membros de minha família tudo é assim somos, todos muito passionais muito fervorosos quando relacionado a festejar a agradecer a comemorar e principalmente a se proteger e se ajudar, enfim sentei ao lado dela enquanto ainda meio sonolenta tomava café, depois ficamos conversando e ele falou que esta semana sentiu uma dor na perna tão forte que doeu tudo por dentro, a poesia dessa frase me chamou a atenção”QUANDO A DOR É MUITO FORTE DOI TUDO POR DENTRO” eu a observava falando enquanto meus pensamentos me levavam a outras situações, daí ela disse que quando a dor passou ela sentiu o espírito dela mais equilibrado e mais aliviado, o mais interessante de tudo é que estava se referindo a uma dor física, mas acredito que com qualquer dor funcione dessa forma.

Minha mãe, me da lições de vida as vezes sem saber que preciso delas, ou se quer que toca em pontos que me ajudam no momento certo, enfim minha mãe e meu pão de queijo na hora da larica(fome), e meu copo de água quando tô com cede, meus degraus quando to no fundo do poço, meu ponto de luz quando me perco na escuridão, minha metade tão presa a mim que conhece todos os meus segredos mais íntimos, o que falar..., que comemorar o aniversario dela e comemorar o meu, que amá-la é como amar a mim mesmo, exatamente por isso o que tenho no meu coração pra ela é o amor mais puro e mais impossível que exista no mundo todo.

Feliz aniversario meu amor.
Feliz aniversario minha, mãe!

domingo, 24 de maio de 2009

Estrelas.

Caem estrelas num chão de sonhos, caem como folhas num outono sem luz, trazendo claridade aos olhos de um cego, que por muitas vezes assustado, outras desacreditado não rogava por nada, caem como um acalanto num dia nebuloso quase negro, pra mostrar que a escuridão já não importa mais, que a solidão já te deixou pra traz, mesmo quando por descuido corre atraz dela, iluminem á tudo como um acalanto de mãe os olhos de deus.

Triste das estrelas que esperam as caídas, pois, estas não poderão retornar de onde vieram, porém mesmo em queda, elas trazem esperança aos que sofrem no chão, riscando o céu se fazem desejos, enquanto se destroçam, partindo se em mil, resumidas a farelos de desejos de beijos, afagos, anseios de uma vida inteira de felicidade, caiam estrelas, caiam todas em frente aos meus olhos, para que eu possa me sentir mais forte a cada desejo tornado real, quando sua luz riscar o céu, tocar a terra..., meu chão, pousam por sobre minha cabeça para que eu possa tocar você, com a delicadeza de um anjo, o mesmo que já murmurou por sobre seu ouvido os mais doces acalantos.

Venha a mim estrela
Venham a mim estrelas
Até mim...
Estrelas...

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Final de Semana Entre Brisas

Sexta totalmente atípica, iniciada de uma forma comum, testes vencidos, pastel e cerveja, pastel pra ela, cerveja pra nós, carinho, demonstrados através de lugares que nunca conheci, visão do mar que quase faz chorar, as luzes da noite em meio a Bahia de todos os santos, visto de cima valeram mais que mil beijos, o desejo do beijo que passou perto e tão longe, queria estar mais perto, saber mais, conhecer mais profundamente quem é você, o pouco da sexta me surpreendeu.

Sábado encontrar atenção, olhos e ouvidos direcionados as minhas questões, aos meus desejos, na verdade a escolha ficava nas suas mãos, pra mim estava tudo muito bem, novas experiências, nunca vividas, vento no rosto soprando há uma velocidade que nunca havia soprado antes, sentimentos tão parecidos, o beijo da noite..., agora
f-u-d-e-u, palavras suas que nos arrancou risos, mesmo na falta de energia estamos juntos, chave no meu bolso, capacete em minha mão, casaco na sua, onde foi parar a chave, alguém há viu?

Domingo..., dia nublado, afastando de programas marcados, chuva e velocidade a dois nunca da certo, filme na tv, cercado pelos que pra sempre valerão a pena, certeza no coração, saudade no fim da tarde por pouco tempo, o tempo que dura um cigarro, 7 Vidas, duas horas bem empregadas e que todos possam ver, ótimo filme.

Fim do filme de mim.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Sentimentalidades


Sol entre as nuvens, dia claro e cinza, farelos de pão ainda nos dedos trilha sonora que não acaba tão sedo, sempre me acompanhando no Ipode, sensações estáveis, a falta do sobre salto, caminhando no dia que se inicia parado, a ansiedade do que esta por vir “a mudança” o inicio da mudança que acontece, devagar, alterando a rotina de dias calmos e iguais, o que a tarde me reserva que venha inteiro nunca pela metade.

Proporções completas de pedaços de vazio, sensações etéreas, como anjos que nunca existiram, ou se já, não sei, pétalas de sonhos me levam distante por um horizonte independente da companhia, me acompanhe só hoje com desejos de sorte que apontam pro norte, começo a me preparar pra tudo que pretendo encontrar, a fumaça me acompanha mesmo que entre sopros de vento, o filme foi bom, no final da noite de ontem, família me abraça, cheiro de mãe, sensações de abraçá-la representam as melhores, cruze os dedos e faça pensamentos positivos.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Filmes e Mais Filmes


Hoje meu dia se iniciou as 10, dormi até mais tarde. Afinal 10 da manhã pra mim já é bem tarde e talvez durasse mais o sono se não fosse uma ligação, boa ligação...

A manhã tenho uma coisa muito importante pra fazer, prefiro não comentar ainda porque só depois de realizado eu quero falar, superstição isso, porém prefiro não ariscar, gosto muito de falar sobre pensamentos que acercam meu dia, porém hoje não pensei em muitas coisas, como estou com um dvd player que pega pen drive agora, baixo filme jogo no pen e vou pra sala assistir, hoje de manhã assisti animatrix que queria ver faz um tempo porém nunca locava ou comprava acabando esse post vou ver o filme "Coisas que Perdemos pelo Caminho", tomara que seja bom, depois digo se foi.

Ontem a tarde fui correr no Campo Grande, fazia tempo que não tomava chuva e havia no fundo me esquecido o quanto é bom quando vc não traz consigo pastas, documentos importantes etc..., apenas você e a chuva, e o engraçado é que a sensação não é a de um banho normal, o banho de chuva parece que lava a alma, cheguei em casa encharcado porém mais leve, estranho..., os gritos e a fúria já não me abalam mais, não senti nada, me mantive calmo não forçadamente, foi natural, já é tarde de mais pra regressar o lugar que ocupava já não estas mais, e tô feliz com isso, rindo atoa, em pouquíssimo tempo você vai voltar pra minha vida, numa nova condição.
Fica a imagem da capa do filme que vou ver agora!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Sentido.


Felicidade, estado de espírito que traz consigo enumeras outras mudanças, quando se esta feliz o sentimento transborda o corpo e atrai para a pessoa tudo que faça aumentar as sensações de bem estar, tais como pessoas, situações e até as substancias internas liberadas pelo organismo, funciona exatamente da mesma forma se o estado sentimental é contrario, se estamos tristes tudo em volta se torna tristeza, de acordo com a visão espírita, somos todos formados por energia e atraímos como imãs o que possui a mesma freqüência em que nos encontramos, incluído energias do invisível tais como espíritos tristes.

Todo esse blá blá blá é pra concluir que você pode até se fude, porém se livre o mais rápido possível das coisas que lhe entristece só assim, tudo acabará perfeito.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Eu Prometo

video

Hoje estou num ultimo dia voltado há sentimentos antigos, mas a melancolia de hoje não se trata de saudade, ou falta, é porque hoje eu já não me senti mais triste e me prometi que se a tristeza passasse não haveria futuras chances, espero que estejamos sempre certos do que queremos porque agora é fim mesmo. È triste, mas se houver arrependimentos, não existe voltar atraz. Sinto por mim, sinto por você, sinto por nós, mas não quero passar por mais adaptações não nesta relação, não por você!

Hoje tô postando um video de uma musica que representa o que eu gostaria de ser num futuro relacionamento já que não existe futuro pra o ultimo... Vai a letra e o video pra vocês.

Eu Prometo (com Claudia Leitte)

Eu quis cantar esta canção, Pra tocar em teu coração,

E declarar o meu amor, Você é o sonho que sonhei,

A esperança que encontrei Pra entregar o meu melhor

Com você é diferente Nosso amor é um presente

Manter acesa a chama É o desejo de quem ama

Nosso amor é um abrigo Que nos livra do perigo

Viver em comunhão É o segredo da união

Eu prometo ir amor, Ir aonde você for

O teu Deus é o meu Deus E os teus sonhos são os meus

Eu prometo te amar Nada vai nos separar

Cada voto meu e teu Tem a aliança da promessa de Deus

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Dias Melhores Pra Sempre


O dia começou numa outra vabi , arrumando o quarto e o que precisava ser arrumado por dentro também, primeiro comentário do dia “ Sabia que hoje é o dia internacional do choro?” realmente não sabia, porém minha avó insiste em calendários de arrancar folha por folha, e sempre nos mantém informados sobre as mais banais e exóticas internacionalidade que venham acometer nossos meses e datas, engraçado isso, se fosse falar a vocês o tanto de coisas esquisitas que tem dias internacionais vocês ficariam bobos, tem dia internacional para sola do sapato, pode, pra mim ninguém cria dia internacional, enfim...

O quarto ficou muito bem arrumado, mais do que quando a diarista que trabalha aqui arruma, tendo como principal diferença, eu saber exatamente onde foram parar as coisas, os isqueiros, os cds e tudo mais que fica nos locais mais inusitados, porém, sabendo eu, exatamente milimétricamente o local onde está cada coisa.

Tô viciado em um jogo, mas o vicio já ta acabando porque já to quase matando o capeta, falta pouquinho pra zerar, nada como um bom jogo pra gente esquecer o que a gente muitas vezes tenta mais não consegue, inclusive andei lendo o blog de um amigo que também anda viciado em jogo, quando zerar vou perguntar a ele se não quer trocar (risos), enfim, final de semana chegando, cheio de amigos que não valem nada, devo ganhar o mundo nestes 3 dias com alguns deles, engraçado que sempre digo a eles que não valem nada, eles me olham, e falam tranqüilamente com um sorriso quase irônico na boca que as energias se atraem por isso somos amigos, no final fico avaliando e acabo chegando a conclusão que eles tem total razão, mas existem alguns, os mais queridos, talvez, que valem bem menos que eu, enquanto escrevia estas ultimas palavras me veio a cabeça Diego rindo, não a risada irônica sim a risada de um personagem de desenho animado dos anos 80 (Rabugento), muitos conhecem essa risada dele, ai ai.
(risos!)

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Café Cigarros e Tudo Mais


Acordei com muito sono ainda, acreditando que a madrugada havia clareado o céu antes do hora apenas pra me fazer de bobo, o quarto uma zona, parecia uma região pós guerra, cinzeiro no chão, falo de imediato nele porque foi a coisa onde meu pé encaixou, saindo completamente coberto de cinzas, deixando pegadas do quarto ao banheiro, em seqüência, chutando uma garrafa de água que também tinha sido esquecida pelo quarto, lavei o rosto e parti pra um outro dia chuvoso mas não de todo frio, cheio de provações e coisas que deverão ser esquecidas.

Na xícara de café o desejo de um dia bom, a cada gole preto, que mal podia contar os segundo pra acender o cigarro da manhã, só não tendo sido feito antes do café porque sempre que faço me sinto culpado, minha Mãe sempre diz “Menino cigarro antes de por alguma coisa no estomago faz mal dobrado, promete que só fuma depois de estar com a barriga forrada” bem sou muito correto com promessas e exatamente por este motivo nunca fumo ao acordar ou ao menos tento não fumar em casa, só depois do desjejum, a intenção é parar , porém enquanto a intenção não vira realidade vou mantendo alguns critérios.

Ontem à tarde fui assistir um filme, Evocando Espíritos, com alguns amigos que inclusive levaram mais amigos, mas estava numa tarde muito intimista e mesmo que me encontrasse em meio ao carnaval de salvador seria incapaz de me sentir menos solitário ou de achar as pessoas menos desinteressantes, acabo não sabendo julgar se na realidade as pessoas eram desinteressantesimas, ou eu que estava muito chato, mas para não ser pior alguém que já não via um bom tempo me fez companhia, enfim a tarde poderia ter sido bem pior .... HehEHE, aposto que ficamos o resto da noite tirando milho dos bracts.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Onde foram parar as forças?


Hoje terça feira, dia de tira dentes, feriado.

No domingo 19/04/2009 perdi, não consigo ver como uma transformação, pra uma possibilidade de amizade, vejo como perda, o fim de um ciclo de 4 anos e 4 meses cheio de altos e baixos, caminhos com pedras mas também o percurso era cercado por muitas flores... e ficarão todas elas perdidas, na verdade nem sei se lembrarei o cheiro que elas tinham, num presente que logo se tornará passado, sem qualquer possibilidade de reencontro ou retomada.

O sentimento de vazio, de perna amputada, de peito sem coração numa semana fria como a que estamos é quase que mortal, a certeza do fim já me preparava dês da sexta feira, para um domingo inevitável, não me sinto desinteressante, não dessa vez, acho que as dificuldades que eu tinha se romperam se partiram e nunca mais abrirei as portas pelas quais elas entraram.

Não sei exatamente até onde é a falta de estar num relacionamento ou a mais completa falta de você, do acordar do lado e enrolar o cabelo, cachos entre meus dedos e ver os olhos abrindo devagarzinho colado com o nariz mais lindo do mundo e um bocão tão grande que quase não encaixavam os lábios, apenas quando os meus entravam em junção ai o encaixe se tornava perfeito, cosquinha nas coxas, o corpo contorcendo com minha barba furando, dançar juntinho, cortar as tranças, cortar camisas, abraçar e querer ter junto..., ser junto....., pra sempre.
Meu deus..., Onde exatamente, em que momento exatamente a porta foi aberta e tudo foi perdido, congelado por uma vasta geleira que encobriu tudo, onde estão as noites de amor, onde foi parar o respeito o medo de perder, onde foi parar o que éramos..., está tudo submerso na geleira, o pior é que se tivesse uma maquina do tempo não saberia o exato momento pra poder voltar e concertar, a tarça do meu amor se quebrou e o material em que ele foi forjado não é encontrado para futuros reparos, 4 viradas de ano, 4 anos de convivência, quatro anos de desespero, de felicidade, de tudo perdido, e nos encontramos os dois sem qualquer força pra lutar pra concertar, estamos ali no meio das lembranças todas deitados sofrendo, vazios, completamente esgotados para o menor movimento para a menor tentativa e onde foram parar essas forças..., acho que foram sugadas por tudo que queríamos que fossemos e não fomos, um sugando a força do outro a cada expectativa perdida, a cada confiança quebrada, a cada palavra rude mandada como flecha acertando em cheio o desejo de ser melhor, de estar melhor, esta tudo realmente perdido, encoberto, submerso, num mar de gelo..., Adeus cachos nos dedos, adeus barba no pescoço, adeus danças de amor, adeus amor perdido e o rosto permanece seco nem uma lagrima se faz capaz de descer, como havia dito, completamente esgotado até para elas.